Estilo Azul>

Artistas & Repertório

Prelúdio Silencioso No. 1
OUÇA:

Prelúdio Silencioso No. 1
Corciolli

Terceiro single do álbum IMAGINARY BRAZIL
  • Album
    1 Prelúdio Silencioso No. 1 4:57

Sobre o produto:

Há uma crença difundida entre os povos indígenas no Brasil de que os falecidos devem realizar uma viagem para chegar ao céu... Em muitas tribos da Amazônia, acredita-se que os mortos se transformam em borboletas. Conforme o tempo de purificação de que necessitam, delineiam sua forma: As borboletas que se purificam, logo se tornam alvíssimas com poucas horas de vida; As que precisam de mais tempo são menores, leves e multicores. E as que precisam de muito tempo são maiores, pesadas e com cores escuras. Todas elas voam de flor em flor, absorvendo o néctar e fortalecendo-se para carregar o próprio peso ao alçarem ao céu, onde viverão felizes com todos os antepassados.

 

 

Mas nem sempre lidamos com a morte em seu sentido literal, muitas vezes ela é uma metáfora para os processos internos de nosso desenvolvimento e evolução pessoal. É necessário “morrer” e “renascer” várias vezes para alçar níveis de consciência mais puros e elevados. Aquietar a mente e perpetuar a correta atitude interior, somente é possível através do silêncio e da reflexão.

 

 

O prelúdio se inicia com um arpejo constante em “ostinato” no piano, cujo tema principal retorna com o contraponto do violoncelo de Raïff Dantas Barreto, levando à modulação de um novo tom, protagonizado pela tocante melodia do violino de Pablo de Léon, spalla da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. O trio de instrumentistas finalmente se encontra em uma sequência de rápidos movimentos “marcatto”, que conduzem a um arpejo do cello e contraponto do piano e violino, em repetições até o encerramento do tema.