Apresentando quinze temas inéditos, inspirados por textos poéticos dos anos 1920 e obras de Victor Hugo, o compositor e instrumentista paranaense Andrey Cechelero, nos brinda com SILENCE, 25º álbum de sua bem-sucedida carreira.

Utilizando criativamente sons e ruídos do cotidiano – tais como gravetos sendo remexidos, som de estações de trem de várias partes do mundo, ruídos de gente, etc. Cechelero explora também diferentes sonoridades no piano: Coloca em evidência o som dos pedais, martelos, cordas e mecanismo do instrumento; por vezes acrescenta timbres complementares nos sintetizadores eletrônicos. O álbum traz ainda a participação especial de Julie Dratwiak, professora e poetisa francesa, amiga do artista e que participa das faixas “Le Silence” e “Station to Station”

“Um dos poemas que li de George Haldas – romancista, poeta, filósofo e tradutor suíço – chamado LE SILENCE, proclama em seus primeiros versos ‘Ce que nous vivons d’essentiel, nous le vivons land le silence’ (o que vivemos de essencial, vivemos no silêncio). Deste mesmo autor é também o pensamento ‘É no Silêncio que o Invisível faz o seu caminho.’ É nesse silêncio que faço um convite à reflexão, um mergulho no essencial de cada um de nós.” – Andrey Cechelero

Sugestões

Les Invisibles

Composições inspiradas na edição original em francês da obra “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec.