Francisco Mignone – Valsas

Francisco Mignone (1897-1986) nasceu em São Paulo e foi um dos compositores brasileiros mais importantes de sua geração. Considerado o “Rei da Valsa” por Manuel Bandeira, seu trabalho experimentou renovação imprevista, quando optou por adotar qualquer sistema ou processo de composição que lhe garantisse total liberdade de expressão. Sua obra conta com forte inspiração nacionalista, utilizando amplamente motivos folclóricos e ritmos brasileiros, como o Maracatu.

A ideia do álbum FRANCISCO MIGNONE – VALSAS foi concebida há mais de vinte anos, quando o músico Heleno Feitosa tocou o concerto de Mozart para fagote com a Orquestra Sinfônica da Paraíba, e no bis, executou Mistérios, de Mignone. Dantas Barreto, à época violoncelista da orquestra, ficou maravilhado com aquela interpretação, parte das Dezesseis valsas para fagote solo, do eminente compositor brasileiro.

Ao transcrever e interpretar no violoncelo, as obras originalmente escritas para fagote, o artista não somente aproveitou para enriquecer o repertório “à capela” do instrumento, mas também, a excelente oportunidade para divulgar a fascinante música de Mignone.

Sugestões

Brazilian Music for Oboe & Cello

,
Obras selecionadas de compositores brasileiros, em duos e solos para oboé e violoncelo.
Capa Beethoven Duets

Beethoven: Duets

,
Seleção de obras de Ludwig van Beethoven, escritas para dois instrumentos, em memoráveis interpretações.
Capa do album

Libera Me

Antologia de obras clássicas em arranjos para quarteto, quinteto e octeto de cellos.
capa do album

Miniaturas Brasileiras

Obras de compositores brasileiros, em arranjos para duo, trio e quarteto de cellos, interpretadas pelo violoncelista paraibano.
capa J. S. Bach: Cello Suites No. 1, 2 & 3

J. S. Bach: Cello Suites No. 1, 2 & 3

Três suítes para violoncelo de Johann Sebastian Bach, interpretadas por Raïff Dantas Barreto.